Perguntas Frequentes

Fique por dentro das perguntas e respostas mais frequentes em relação ao Programa Vem pro Time do Governo de Pernambuco.

Perguntas Gerais do Vem pro Time

A presença de líderes e servidores qualificados e preparados para os desafios da carreira pública é essencial no processo de fortalecimento da capacidade governamental do Estado. E é com esse entendimento que o Governo do Estado de Pernambuco lança o processo de seleção Vem pro Time, iniciativa para atrair, selecionar, e acompanhar o desempenho e desenvolvimento de pessoas para enfrentar os desafios sociais do Estado.

Para execução deste processo seletivo a Secretaria de Educação e Esportes do Estado de Pernambuco conta com apoio da Secretaria de Administração de Pernambuco e com a colaboração da Aliança, iniciativa que reúne quatro organizações do terceiro setor, formada pela Fundação Brava, Fundação Lemann, Instituto Humanize e República.org.

Em sua fase inicial, para realização dos processos técnicos de seleção e suporte operacional das etapas, o Vem pro Time conta com o apoio do Instituto Publix como parceiro especialista.

As dúvidas sobre suporte técnico deverão ser encaminhadas via Fale Conosco. Haverá profissionais disponíveis para apoiá-lo nessa questão.

O cargo comissionado diferencia-se do efetivo ou de carreira pois, além de não haver vínculo empregatício, para seu provimento não é exigida a prestação do concurso público, não possuindo, assim, estabilidade. Deste modo, o cargo em comissão é de livre nomeação e exoneração, conforme expresso na Lei Nº 6.123/1968.

O cargo comissionado é destinado somente às atribuições de direção, chefia e assessoramento, equivalendo aos cargos de confiança dentro das posições efetivas do Governo. Referência: Constituição Federal artigo 37, incisos II e V.

O servidor público (sem vínculo com serviço público) ocupante de cargo em comissão fica submetido ao Regime Geral da Previdência Social, de que trata a Lei Nº 8.213, de 24 de julho de 1991, e é segurado obrigatório da Previdência Social.

As etapas variam conforme cada processo seletivo e podem contemplar de forma geral a Análise de Titulação e Experiência, Teste online, Entrevistas por Competências dentre outros. Para mais informações, consulte o processo seletivo que deseja se candidatar.

Perguntas específicas sobre o cargo de Gerente Regional de Educação

São requisitos cumulativos para participar da seleção para o cargo de Gerente Regional de Educação:

  1. Ser servidor efetivo ativo ou aposentado do quadro da Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco;
  2. Ser portador de Curso Superior em qualquer área de conhecimento;
  3. Ter experiência no Sistema Estadual de Educação de, no mínimo, 03 (três) anos completos na data da designação para a função de Gerente Regional de Educação;
  4. Ter ocupado cargo de gestão e/ou coordenação pedagógica, na área de educação, no setor público ou privado, por no mínimo 03 (três) anos;
  5. Possuir certificação em Gestão Escolar, no âmbito do Programa de Formação de Gestor Escolar – PROGEPE;
  6. Não ter sofrido penalidade administrativa no triênio anterior ao pleito.

O cargo de Gerente Regional de Educação é de livre provimento do Governo do Estado de Pernambuco, com carga horária de 40 horas semanais.

O servidor selecionado receberá atribuição de símbolo FDA-2, com valor nominal de R$ 4.518,20 ou, caso seja aposentado, símbolo DAS-4 com verba de representação equivalente.

Cada candidato fará apenas uma inscrição e poderá optar por três Gerências Regionais em ordem de preferência, não sendo possível modificar as opções no decorrer do processo.

Os finalistas do processo de pré-seleção serão indicados ao chefe principal da pasta, em que a vaga está vinculada, e ao Governador do Estado, que utilizando-se do caráter discricionário para nomeação e exoneração do cargo, fará nomeação.

Sim, o processo é aberto também aos servidores que já ocuparam ou ocupam atualmente o Cargo de Gerente Regional, desde que o candidato atenda a todos os requisitos exigidos pela vaga, conforme consta no edital.

No resultado das etapas os candidatos serão identificados pelo número de inscrição, garantindo sigilo quanto à sua participação no processo seletivo.

Na convocação para a 3ª etapa (Avaliação do Plano de Gestão e Entrevista com a Banca Presencial) haverá a divulgação dos nomes dos 5 (cinco) candidatos melhor classificados, por Regional, para apresentação dos Planos de Gestão e posterior entrevista presencial, na cidade do Recife, com a Banca composta por 02 (dois) representantes do Governo do Estado de Pernambuco e por 01 (um) representante das Universidades.

O processo seletivo será conduzido de forma restrita e todos os dados, informações e documentos que o candidato vier a incluir na plataforma são sigilosos e não serão divulgados em hipótese alguma.

Além disso, há uma Política de Privacidade de Dados que rege todas as trocas de informações no âmbito desta Plataforma e o candidato terá acesso ao conteúdo desse termo no ato de sua inscrição.

No resultado final, em lista tríplice, serão divulgados os nomes e encaminhados ao Governador do Estado de Pernambuco para nomeação.

Os resultados das etapas e o resultado final serão divulgados no sítio eletrônico:

www.vemprotime.pe.gov.br

As etapas do processo podem ser eliminatórias ou classificatórias, de acordo com o definido em Edital.

O prazo de encerramento das inscrições será dia 22/11/2019 às 17 horas e o encerramento do processo seletivo está previsto para ocorrer até o fim do ano de 2019.

Sim, não há restrições vigentes em lei.

Durante o período de estágio probatório o servidor não está impedido de exercer qualquer cargo em comissão, mas o candidato deve atentar ao atendimento de todos os requisitos exigidos pela vaga, conforme consta no edital.

Sim. Porém não será permitido acumular cargos comissionados.

As Entrevistas por Competências, referentes à segunda etapa do Processo Seletivo, acontecerão por videoconferência, em plataforma a ser divulgada.

Já as entrevistas com a Banca ocorrerão presencialmente, na cidade do Recife, em data, local e horário a ser definido pela Secretaria de Educação e Esportes e divulgado no ato de convocação para a etapa.

A Banca de Avaliação, etapa final do processo seletivo, é presencial para os candidatos finalistas. O custo de deslocamento é de responsabilidade do próprio candidato.

Não há previsão legal para auxílio moradia.

Perguntas específicas sobre o cargo de Superintendente Técnico de Gestão da Rede

São requisitos necessários para concorrer ao cargo de Superintendente Técnico de Gestão da Rede:

  • Ensino Superior Completo
  • Possuir experiência na área de Gestão pública, por pelo menos 1 ano
  • Não tenha sofrido penalidade administrativa no triênio anterior ao pleito


Os requisitos desejáveis são:

  • Pós-Graduação em Educação/Gestão
  • Possuir experiência na área de Gestão de Rede da Educação (Pública ou Privada)
  • Possuir experiência em cargos de Secretaria Municipal ou na área de educação, na rede pública ou privada, por pelo menos 3 anos
  • Formação em Pedagogia ou Administração.

O servidor selecionado receberá atribuição de símbolo DAS-3 com verba de representação equivalente ao valor nominal de R$ 4.916,86.

Os finalistas do processo de pré-seleção serão indicados ao Secretário Executivo da pasta ao qual a vaga está vinculada e ao Secretário de Educação e Esportes, que se utilizando do caráter discricionário para nomeação e exoneração do cargo, fará nomeação por meio do ato do Governador do Estado.

No resultado das duas primeiras etapas os candidatos serão identificados pelo número de inscrição, garantindo sigilo quanto à sua participação no processo seletivo.

Na convocação para a 3ª etapa (Entrevista final com o Secretário de Educação e Esportes) haverá a divulgação dos nomes dos 3 (três) candidatos melhor classificados.

O processo seletivo será conduzido de forma restrita e todos os dados, informações e documentos que o candidato vier a incluir na plataforma são sigilosos e não serão divulgados em hipótese alguma.

Além disso, há uma Política de Privacidade de Dados que rege todas as trocas de informações no âmbito desta Plataforma e o candidato terá acesso ao conteúdo desse termo no ato de sua inscrição.

Os resultados das etapas e o resultado final serão divulgados no sítio eletrônico:

www.vemprotime.pe.gov.br

Sim, não há restrições vigentes em lei.

Durante o período de estágio probatório o servidor não está impedido de exercer qualquer cargo em comissão, mas o candidato deve atentar ao atendimento de todos os requisitos exigidos pela vaga.

Sim. Porém não será permitido acumular cargos comissionados.

As Entrevistas por Competências, referentes à segunda etapa do Processo Seletivo, poderão ocorrer por videoconferência ou presencial. O candidato será informado no ato de convocação para a etapa.

Já as entrevistas com o Secretário de Educação e Esportes ocorrerão presencialmente, na cidade do Recife, em data, local e horário a ser definido pela Secretaria de Educação e Esportes e divulgado no ato de convocação para a etapa.

A etapa de entrevistas do processo seletivo é presencial para os candidatos finalistas. O custo de deslocamento é de responsabilidade do próprio candidato.

Não há previsão legal para auxílio moradia.